Dicas de viagem Cidade do México: o que fazer, comer e onde ficar

Dicas de viagem Cidade do México: o que fazer, comer e onde ficar

By : | 1 Comment | On : maio 4, 2013 | Category : México, Viagem Gourmet

guia da cidade do méxico

A viagem ao México foi provavelmente uma das viagens mais divertidas e marcantes que já fizemos, na vida. Nosso roteiro que durou 15 dias, começou pela capital – a grandiosa e caótica Cidade do México –, passando por cidades pitorescas e históricas como Puebla, Cholula, Oaxaca e finalmente um merecido descanso em Cancun.

O que fazer na Cidade do México

Neste artigo, vamos nos concentrar nas dicas de viagem da Cidade do México, que afinal, imensa e super populosa, consegue concentrar boa parte do espírito e cultura mexicana, a começar pelo centro onde reúne o que restou da cidade asteca (Tenochtitlán) e o legado dos espanhois que vieram com o conquistador Hermán Cortes. A seguir, indicamos alguns passeios baratos, dicas de onde comer bem e gastando pouco e por fim, dica do hotel que ficamos na cidade.

Dia 1: Começando pelo centro, o Zócalo

dicas cidade do méxico A Catedral Metropolitana O nosso tour começou pelo centro histórico (chamado de Zócalo), um lugar cheio de história, onde estão as ruínas do grande templo asteca, a imponente catedral metropolitana, a grande praça e alguns dos mais importantes e históricos edifícios.

O que prestar atenção:

Zócalo: a Plaza de la Constituición é uma das maiores praças públicas do mundo, não é nada convencional, na verdade é um grande espaço aberto com uma enorme bandeira mexicana no centro.

Catedral metropolitana: Cercando a praça, encontra-se a Catedral Metropolitana. Mesmo que você não seja muito fã de catedrais e visitas do gênero, vale a pena observar a arquitetura desta construção. Simplesmente é uma das maiores igrejas da América Latina. Entre e observe o afundamento do piso da catedral, se você se agachar na entrada irá perceber o desnível. Toda a região do centro do México vem afundando, isto porque o local antes era o lago Texcoco.

Palacio nacional: Margeado a praça, está esta imponente construção renascentista que abriga o gabinete do presidente mexicano.

Templo Mayor: Enorme templo construído pelos astecas no século 14 e ficava no centro da cidade asteca Tenochtitlán. Você pode comprar um ingresso e conhecer por dentro. O conjunto foi quase todo destruído pelos espanhóis em 1978, mas as ruínas ainda estão lá para contar a história.

Alameda Central

palacio de belas artes mexico Palácio de Belas Artes

Próximo ao Zócalo está a esta enorme praça. Passeamos e caminhamos por ali vários dias porque nosso hotel era bem próximo, está sempre cheia e movimentada. Por ali visitamos algumas atrações super especiais:

Palácio de Bellas Artes: Fachada maravilhosa em Art Nouveau com interior art déco.

Torre Latinoamericana: Primeiro arranha céu do México, vale subir ao último andar para tirar fotos da cidade.

dicas viagem mexico Casa dos Azulejos: Uma mansão do século 18 recoberta por azulejos de talavera. Dentro há um café super aconchegante e com ótima comida.

Dia 2: Bosque de Chapultepec e Passeo de La Reforma

dicas viagem mexico

Um passeio no bosque é muito mais que um passeio turístico, é um mergulho na cultura simples e no dia a dia dos moradores da cidade. Esta é uma área de lazer preferidas dos moradores. As alamedas ficam repletas de vendedores ambulantes, comidas de barraquinha, e muitos, mas muitos balões e bonecos coloridos à venda por todo o lado. Um descanso merecido na turbulenta cidade. Vale a pena subir ao topo, onde fica o Castillo de Chapultepec, onde foi ex-residência dos dirigentes mexicanos, como o imperador Maximiliano. O castelo dá vista para o parque e o Paseo de la Reforma, uma avenida enorme.

Saindo do parque, andamos um bocado pelo Paseo de La Reforma, um trecho de 3,5km que une o centro ao bosque. Um local mais moderno, bem diferente da atmosfera do centro da Cidade do México. Uma região muito bacaninha que fica ali próximo é a Zona Rosa, um conjunto de ruelas repleto de lojinhas e cafés.

Há outros bairros mais modernos e valorizados que também valem a dica, para conhecer um outro lado da cidade, mas que nós não conseguimos ir, anote: Bairro Roma, La Condensa (onde ficam os restaurantes mais caros).

Museo de Antropologia: O museo de antropologia da Cidade do México é um dos mais importantes centros de informação sobre arte pré-colombiana e história do méxico. Fica próximo ao bosque Chapultepec e se você quer conhecer a fundo a cultura e origem do México, vá. A entrada é gratuita aos domingos.

Dia 3: Teotihuacan (as Piramides)

teotihuacan mexico Teotihuacan, vista de cima da pirâmide do sol. 

O sítio anttropológico mais visitado do mundo, com certeza merece a visita. Não há nada parecido com Teotihuacan e sim, a atmosfera é mística, especial. A cidade ficou mais de mil anos soterrada e não foi notada pelos espanhois. Só foi descoberta em 1864 e sua escavação continua até hoje. Mistérios a parte, a cidade foi fundada antes da era cristã e considerada anos mais tarde pelos astecas. Para chegar a Teotihuana da Cidade do México (que fica a 47km), pegue um ônibus que saem do Terminal Norte, Gate 8. A outra forma de visitar é contratando um guia turístico, no próprio hotel ou agência de viagem. O passeio dura um dia inteiro. Preste atenção: na Avenida dos Mortos, Templo de Quetzalcoatl (serpente emplumada), Pirâmide do Sol (uma das maiores do mundo), Pirâmide da Lua (com melhor vista) e os murais. Não se esqueça de levar água e comida.

O passeio a Teotihuacan durou um dia inteiro.

Dia 4: Passeio San Angelo e Coyoacàn

viagem a cidade do mexico

Muito diferente dos bairros históricos do centro ou dos bairros mais modernos da cidade do méxico, esta região parece uma viagem a um período diferente da história, ainda preserva o charme e bucolismo das construções coloniais, com praças simpáticas, ruelas com muitas árvores, igrejas, cafés e restaurantes típicos. O passeio foi super agradável e durou uma manhã, com parada para almoço. E nos finais de semana procure pelas feiras de artesanato.

Ponto de partida: Plaza San Jacinto em San Angel.

Museo Frida Kahlo: A antiga case e hoje museu de Frida Kahlo fica em uma das ruas simpáticas de coyoacán, lá estão objetos e história da vida dela. Pena que não consegui entrar :( porque era domingo e não estava aberto, de lá, só mesmo  a foto de lembrança…

casa de Frida Khalo frustração em frente a Casa de Frida Kahlo por não conseguir entrar :(

Dia 5:  Xochimilco

passeios na cidade do mexico

Xochimilco era uma aldeia à beira do lago ligada a cidade asteca de Tenochtilán por uma passarela.Lá é um dos únicos lugares do mundo onde é possível ver as chinampas, canteiros fluturantes onde ainda há o cultivo tradicional de flores e verduras. Um passeio calmo que é feito por barcas coloridas e barqueiros gentis. O passeio em si não tem muita graça, mas é uma experiência bem diferente pra quem precisa fugir um pouco da agitada cidade. Pela redondeza há igrejas e um mercado típico simpático. Vale a pena um pequeno passeio descansado pela região, sem grandes pretensões.

Extras: Plaza Garibaldi para ver os mariachis

Praça Garibaldi é onde você encontra inúmeros grupos de Mariachis – os famosos e tradicionais cantores mexicanos- e várias opções de restaurantes que possuem shows e cartas de tequilas e mezcals que fazem inveja. Foi uma noite excepcionalmente divertida e bêbada rs…

Onde comemos

A culinária do México é apaixonante e vai muito além dos tacos, guacamoles e chilis. Quer conhecer os pratos típicos e o que comer no México? Veja o post que fizemos sobre comidas típicas mexicanas. Por aqui, veja dicas de lugares para experimentar um bom prato com preços acessíveis:

Centro histórico da Cidade do México:

Café Cinco de Mayo. Av 5 de Mayo, serve variadas comidas típidas mexicanas, no café e no almoço.

Café Tacuba. Tradicional e com paredes pintadas ao estilo colonial. Tem comida regional do México de todos os lugares. Experimente os tamales, a tinga ou tortilhas. R. Tacuba, 28

o que fazer no méxico Casa de los Azulejos. Edifício lindo do século 16 com parte externa com lindos azulejos de talavera, de Puebla. Foi residencia de condes. Café da manhã é delicioso. Pedimos ovos mexidos, com um molho apimentado, café, pão. Churros de rua. Os melhores churros encontrei na cidade do México, recheados com doce de leite ou chocolate, são os mais gostosos, achei que fosse encontrar também nas cidades do interior, mas não encontrei. No centro é dezenas de carrinhos vendendo os famosos doces do Chaves. Outras dicas (capturadas de outros blogs) Mezcal: La Botica (Campeche 396, Condesa; 52-55-5211-6045; labotica.com.mx) serve mais de 30 variedades de mezcal. Veja no post do pessoal do nósnomundo, tem ótimos relatos e dicas de onde comer também.

Onde ficar

onde hospedar cidade do mexico Ficamos hospedados do Hotel Fleming, bem no centro da Cidade do México. O lugar ao redor do hotel não era dos mais convidativos à noite, mas o hotel era muito bom, cama confortável, TV, banheiros bem servidos, chuveiro quente. Valeu a pena pelo custo benefício e por estar a poucos passos das atrações principais da Cidade do México, além de ser bem perto de metrôs. Reserva foi feita pelo site do hotel: www.hotelfleming.com.mx

Transporte

A melhor forma de andar na Cidade do México, é usando transporte público: metrô e ônibus funcionam super bem e te levam para todos os lugares principais, são relativamente seguros e o metrô apesar de muito lotado é bem rápido e barato! Gostaram das dicas? Você tem alguma dúvida ou gostaria de saber outras dicas de viagem para Cidade do México? Comente, entre em contato!

Passeio a pé

Veja dica de um roteiro para passeio a pé pelo centro:



Ver Viagem Cidade do México num mapa maior

Dica extra: Guia do México

Captura de Tela 2013-05-04 às 21.34.04Muita coisa do que contamos aqui descobrimos nas andanças pela Cidade do México, mas um Guia que nos ajudou bastante a montar roteiros e principalmente na logística, foi o Guia visual da Folha de São Paulo. Tem outras dicas também para quem pretende visitar outras regiões do México, com dicas detalhadas sobre os sítios arqueológicos dos Maias, na Península de Yucatán, as praias de Cancun e Baja Califórnia, além da Costa do Golfo. Custa R$97,00 na Saraiva.

  • http://www.viviendoenelmexicomagico.blogspot.com Melissa Ribeiro

    Amei seu post, é tão dificil achar sobre o México nos blogs….rs
    O México é lindo!
    Desde o Caribe até os “Pueblos Mágicos”
    Vale muito a pena conhecer tudo por aqui!
    Besitos.
    Mel.
    http://www.viviendoenelmexicomagico.blogspot.com